Verificação e Amostragem da Condição de Fluidos Hidráulicos em Campo

May 6, 2019

A verificação da condição de fluidos hidráulicos é ponto chave para a confiança e eficiência de sistemas. A limpeza de fluidos pode ser testada e controlada com a ajuda de um contador automático de partículas.

 

 

O resultado da contagem de partículas é uma ferramenta importante para o usuário tomar decisões sobre a necessidade da realização de manutenções: baseado no grau de contaminação, podendo  justificar a necessidade da limpeza do fluido em operação, por exemplo através de filtração. 

 

Para obtermos resultados representativos, os fluidos hidráulicos devem ser analisados em linha.  A medição offline, através da amostragem individual, não é recomendada para fluidos hidráulicos. O principal benefício da análise online é a medição contínua. Quando usamos fluidos hidráulicos, o procedimento para extrair a amostra do sistema para o frasco pode acarretar contaminação cruzada. Se, fluidos hidráulicos são medidos em linha, não haverá risco nenhum de contaminação.

 

Os efeitos da armazenagem de amostras, como: aglomeração e sedimentação podem ser evitados. Se a amostra é retirada de maneira correta através de um by-pass/medição online, a amostra poderá ser analisada refletindo condições que se aproximam muito das encontradas na operação real.

 

 

Uma amostragem correta e profissional é caracterizada pelos seguintes critérios:

 

  • O ponto de medição onde é feita a coleta deve estar localizado em uma área representativa. Nos sistemas hidráulicos, pontos de coleta adequados se localizam naqueles lugares onde a corrente do fluido é turbulenta: Neste ponto, o fluido hidráulico se encontra no seu estado natural, como em
    toda a operação;
     

  • A mangueira usada para extração deve estar limpa. Sempre verificar o estado da mesma antes de iniciar a medição;
     

  • Em sistemas hidráulicos, a sujeira é acumulada diretamente ou atrás das conexões do tubo: em qualquer caso, os tubos devem ser bem lavados antes da medição. O fluido de rinsagem pode ser reposto no tanque para uso posterior. Depósitos de contaminantes são removidos durante o processo de limpeza e resultados falsos são evitados.
     

No momento de coletar a amostra, devemos prestar atenção no local onde está sendo feito. O cuidado em extrair a amostra deve estar de acordo com as condições do meio ambiente: por isto, a extração de amostras em lugares abertos sujeitos a grande contaminação deve ser feita com maior cuidado que outros ambientes limpos.

 

 

Conheça o Contador de Partículas Online de Alta Resolução para Monitoramento de Óleos

 

 

 PAMAS S50:
- Baixo custo e alta performance;
- Classe de contaminação de acordo com a ISO 4406;
- Com ou sem bomba; 
- Além de fornecer o código ISO, o PAMAS
S50 mede o número de partículas em 8
canais de tamanhos diferentes e dá um alerta inicial no caso de falhas em máquinas ocasionadas pela presença de grandes partículas.

 

 

Para saber mais sobre os Contadores de Partículas PAMAS clique aqui.

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Diferença entre as Normas de Calibração ISO 4402 e ISO 11171 para Contagem de Partículas

May 6, 2019

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

  • Instagram
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon

ONDE ESTAMOS

INSTITUCIONAL

ACESSE TAMBÉM

Sobre nós

Trabalhe Conosco

Intranet

Pensalab - São Paulo/SP
Rua Minerva, 129 - Perdizes
CEP: 05007-030
Fone: +55  011 5180-8300