A análise de Demanda Química de Oxigênio(DQO) é comumente utilizada para determinar a quantidade de poluentes orgânicos encontrados na água de superfície e nas águas de efluentes. O valor de DQO é um indicador útil para medir a qualidade da água. Os analisadores Skalar SP2000 podem ser configurados para automatizar DQO de acordo com o método de tubo selado (ST-COD) da ISO 15705 e EPA 410.4 ou o método clássico de titulação ISO 6060.

 

CARACTERÍSTICAS


1. ST-COD de acordo com ISO 15705 / EPA 410.4

 

O método ST-COD é baseado na mesma exata reação descrita no método clássico, mas ao invés da titulação, a detecção fotométrica é utilizada. Uma vantagem do método ST-COD é utilizada nos tubos pré-preparados, que minimiza o manuseio de reagentes perigosos e tóxicos.

O analisador SP2000 ST-COD

O analisador consiste de um sistema de manuseio de amostra XYZ e é equipado com racks removíveis de tubos de amostra e teste, então amostras adicionais podem ser facilmente preparadas e inseridas durante a análise. O analisador pode ser construído de modo a acomodar de 24 a 336 tubos em um lote. O analisador tem um braço robótico com dois manipuladores, um com a pinça e o outro com a agulha de amostragem e agitador.

Além disso o analisador tem dispositivo de abertura/fechamento de frascos, um agitador vertical para dissolver facilmente os reagentes sólidos do kits de testes e agitação da amostra, assim como um agitador rotacional para agitar os tubos antes das medições. O analisador tem um compartimento adicional para reagentes e se a digestão for necessária o analisador com dois reatores térmicos com temperatura ajustável está disponível. Um fotômetro faz as medidas e os resultados são enviados ao software RoboticAccess™ para tratamento de dados e controle.

Os analisadores podem ser utilizados com tubos de reação DQO disponíveis comercialmente ou desenhados pelo cliente. Além das análises de kits de testes como o descrito acima, a mesma plataforma pode ser utilizada para combiner a análise de DQO com outras aplicações de teste em kits como Fosfato Total, Nitrogênio Total, etc. Por exemplo, a combinação de 48 de DQO, 24 de Fosfato Total e 12 de Nitrogênio Total em um lote.

Passos de automatização:

  • Captação do tubo de amostra;
  • Abertura do tubo de amostra;
  • Pipetagem de amostra;
  • Agitação de amostra;
  • Posicionamento da amostra no reator de aquecimento;
  • Aquecimento da Amostra por duas horas a 150˚C;
  • Transferência da amostra para o rack de resfriamento;
  • Homogenização da amostra;
  • Medida da concentração de DQO.

Uma típica sequência de análise ST-COD:

Os tubos são colocados nos racks de amostra e transferidos para o analisador. O analisador capta os tubos e os tubos são abertos. A amostra é automaticamente pipetada para os tubos de reação. Os tubos de reação são fechados e transportados para o agitador vertical. Os tubos de reação são agitados e transferidos para o reator, onde são aquecidos por duas horas a 150 °C. O analisador monitora o tempo de reação. Quando a reação está completa, o analisador coloca os tubos no rack de amostras para resfriar a 60 °C, sendo agitados ainda quentes. Quando as amostras são resfriadas a temperatura ambiente elas serão medidas com um detector fotométrico no comprimento de onda necessário. A concentração é mostrada na tela de resultados do software e os dados podem ser exportados ao sistema LIMS.

2. DQO de acordo com a ISO 6060

O analisador SP2000, em conjunto com o sistema de digestão SP5000, fornece a automação do método clássico de DQO. O procedimento inclui a digestão por duas horas com ácido sulfúrico, agente oxidante e um catalisador. Após o refluxo, as amostras são resfriadas e são tituladas automaticamente com o sulfato de amônia-ferro para determinar o excesso de agente oxidante.

O analisador SP2000 COD

O analisador tem um sistema de manuseio de amostra XYZ e pode ser construído com 4 a 6 racks de amostra intercambiáveis com 20 posições cada. As amostras podem permanecer no mesmo vial da digestão a titulação. Além disso o analisador é equipado com o titulador, bureta, probe e agitador. O analisador pode ser equipamento com dois tituladores para expansão da faixa, sem troca da bureta.

Uma típica sequência de análise de DQO.

Passos de automação:

  • Preparação de amostra;
  • Digestão de amostra;
  • Enxague dos condensadores de refluxo;
  • Homogenização da amostra;
  • Titulação de amostra;
  • Lavagem da Bureta/agitador entre cada medição;
  • Cálculo de valor DQO.

Amostras são pipetadas para os tubos de DQO e um volume específico de dicromato de potássio é adicionado com cada volume de amostra. As identidades e as diluições são inseridas na tabela de amostra. O rack de tubos é colocado no sistema de digestão automática SP5000. Os condensadores de refluxo são conectados aos tubos. As amostras são digeridas por duas horas a 180 °C e depois as amostras são resfriadas. Os condensadores de refluxo são enxaguados. Os racks são colocados no analisador SP2000 Robotic. O analisador é iniciado pelo operador. A amostra é agitada e automaticamente titulada com sulfato de amônio-ferro até o ponto de equivalência ser atingido. A bureta, o probe e o agitador são lavados e vão para a próxima amostra e o mesmo procedimento é seguido até que o valor seja registrado para todas as amostras. O valor de DQO é calculado para cada amostra. Os dados podem ser mostrados na tela, impressos ou convertidos a um arquivo compatível com outros softwares e LIMS.

Sistema Automático de Digestão SP5000

O sistema é utilizado para digestão durante a análise de DQO. O sistema é utilizado para a digestão durante a análise de DQO. Consiste em um sistema de elevação, rack de resfriamento, bloco de digestão, rack de tubos e controlador com display. O controlador configura a temperatura e o tempo para o aquecimento e também controla todos os movimentos de elevação e de colocar no rack de resfriamento. As amostras são levadas a ebulição por exatas 2 horas sob refluxo. O processo é totalmente automático após o rack de tubos ser colocado no sistema pelo operador. Após a digestão o rack de tubos é configurado para ser lavado.

SP2000 – Automação de Análises de DQO

    • Instagram
    • LinkedIn Social Icon
    • Facebook Social Icon

    ONDE ESTAMOS

    INSTITUCIONAL

    ACESSE TAMBÉM

    Sobre nós

    Trabalhe Conosco

    Intranet

    Pensalab - São Paulo/SP
    Rua Minerva, 129 - Perdizes
    CEP: 05007-030
    Fone: +55  011 5180-8300